Como cuidar de um idoso que não aceita ser cuidado?

A primeira coisa que você tem que saber é que não está sozinho nessa! São muitos casos onde os familiares idosos não aceitam ajuda. Isso é extremamente delicado, porque se ele está precisando de cuidados, é porque envolve alguma questão médica, não é mesmo? Então vamos deixar algumas dicas de como convencê-lo de que sua ajuda é necessária.

 

Tente entende-lo!

Esse é definitivamente o primeiro passo! Ouça-o verdadeiramente. Sem tentar argumentar ou impor a sua vontade. Tente entender o por quê dele não querer ajuda (seja dos familiares ou de cuidadores).

É importante demais ouvir o idoso. Pode ser que ele não compreenda a necessidade de tal ajuda, ou não quer pessoas estranhas dentro da sua casa por medo. Nesse primeiro momento tente apenas ouvir o que ele tem a dizer, a partir disso você irá formular os passos a seguir.

 

Seja razoável!

Tente negociar com o idoso, sempre com argumentos razoáveis. Explique o seu ponto de vista, mostre exemplos que deram certo, lembre-o que você estará lá para o que ele precisar. Seja compreensível e saiba “negociar”. Ambos precisarão abrir mão de algo, então coloque-se no lugar dele e vá com calma.

 

Adapte o ambiente

É extremamente importante que você adapte a casa do idoso para que ele consiga viver melhor. Colocar barras de apoio, assentos, eliminar o excesso de móveis no caminho, remover os tapetes escorregadios e troca-los por antiderrapante.

Também precisará anotar os horários de remédio, guardar de modo que ele consiga toma-los com facilidade. Organizar tudo para que seja o mais fácil possível para o idoso, você e no caso de contratar um cuidador, para ele também. Adaptar a rotina do idoso nessa fase é de imensa importância também. Mas lembre-se de inclui-lo nesse processo e ter paciência.

 

Vá com calma

Principalmente nos casos de idosos que não aceitam os cuidados de um cuidador, tente apresenta-los, deixe o idoso criar confiança naquele profissional. Apresente-o como um amigo, alguém que irá ajuda-lo em algumas tarefas pequenas, assim ele irá conhecendo a rotina e se acostumando com a presença dele.

 

Essas dicas são extremamente importantes! Mas tente sempre ter paciência e entender que talvez no lugar daquele idoso que sempre teve sua independência e liberdade, isso significa um passo muito grande para ele. Colocar-se no lugar do outro é importante nesses casos.

 

E se precisar de ajuda nós podemos te ajudar. Em nossos Residenciais Sênior os idosos são monitorados 24h por dia para evitar quaisquer tipos de acidente. Além é claro de possuirmos uma equipe de colaboradores que estão sempre disponíveis para ajudar. Se quiser conhecer um pouco mais, nos siga em nossas redes sociais.

 

Compartilhe este artigo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email