Como descobrir se meu familiar tem Alzheimer?

É normal esquecer algumas coisas como onde colocou o celular, onde deixou as chaves… O problema está quando isso começa a ficar recorrente e afetar as tarefas diárias.

 

Se você está com dúvidas se o seu familiar pode estar apresentando os primeiros sintomas para o Alzheimer, continue lendo que vamos te contar em quais são os sinais que você deve começar a observar.

 

  1. As tarefas diárias começam a se tornar desafiadoras.

É normal notar que as tarefas diárias vão ficando cada vez mais difíceis. Aquelas tarefas que antes eram feitas no automático, agora precisam de ainda mais atenção, saber o próximo passo da execução dela começa a ser um peso.

Você pode notar que coisas simples como a rotina de tomar banho e se vestir de manhã, ou até mesmo de preparar um café, se tornam desafiadoras. No começo podem ser pequenas para ser notadas, mas elas vão piorando e afetando a rotina.

Também pode começar a ter problemas de fala, como esquecer palavras, não conseguir terminar uma frase. Tudo deve ser observado.

 

  1. Esquecer algo que ia fazer.

Sabe quando você vai fazer uma coisa em determinado local, e quando chega lá você não lembra? Isso é extremamente comum, mas quando começa a acontecer com uma determinada frequência, é um motivo para ficar de olho.

Não saber onde está ou o motivo de estar ali é um grande sintoma. A desorientação é extremamente comum em pessoas com Alzheimer e elas podem se perder em locais que estão familiarizadas ou não.

Isso acaba evoluindo para não saber em qual cômodo está, qual o dia, o mês ou o ano…

 

  1. Mudanças de humor

Imagine só: você começa a se esquecer das coisas básicas, começa a se perder… Isso leva a uma alteração de humor muito brusca, porque você já não se sente mais você.

Por isso a alteração de humor é algo normal nas pessoas com Alzheimer! Ela pode ficar facilmente chateada ou irritada, se frustrar com uma frequência maior e ainda perder a confiança em si mesma, pois ela está percebendo as mudanças.

Isso leva a uma ansiedade na hora de fazer coisas novas, ele não quer aprender nada novo, pois tem medo de esquecer tanto o novo quanto o que já sabia. Ele começa a se desinteressar pelas atividades cotidianas, já que ele esquece e não consegue fazê-las direito.

 

  1. Acredite em mim, se tiver algo errado, você vai perceber (e seu familiar também)

Depois de tudo isso, seu familiar notará que há alguma coisa errada. E isso será nítido para todos que estão em volta. Por isso é extremamente importante que você procure orientá-lo a se consultar com um médico para descobrir se há algo acontecendo.

 

Depois do diagnóstico, deve lembrar que ainda é possível viver bons anos bem. Mas infelizmente é uma doença que afeta muito e seu familiar precisará de cuidados redobrados.

 

Se você precisar de ajuda, pode nos chamar! Aqui no Terça da Serra todos os ambientes são pensados para o conforto do idoso. Temos monitoramento 24h por dia, e usamos a tecnologia ao nosso favor. Se quiser conhecer mais sobre os nossos residenciais, confira nossas redes sociais.

 

Facebook

Instagram

Compartilhe este artigo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email