Meu familiar não aceita ir para a casa de repouso, e agora?

O processo de decisão de colocar ou não o familiar em uma casa de repouso não é fácil! Mesmo sabendo que é o melhor para ele, que será bem cuidado, monitorado 24h por dia, com as maiores tecnologias, o medo sempre reina nessa decisão.

 

Alguns idosos que moram sozinhos, podem acabar tendo que se mudar para a casa de um familiar ou para uma casa de repouso por algum motivo que o incapacite de viver sozinho. O segundo caso, pode fazer com que o idoso se sinta abandonado pelos filhos e isso pode ser doloroso para eles no começo.

 

Neste caso, separamos aqui algumas sugestões de como conversar com ele sobre se mudar para um residencial sênior com profissionais altamente especializados que irão cuidar dele por 24h.

 

SEJA SINCERO

Converse com ele e explique que ele não será abandonado ou esquecido. Deixe-o participar do processo de escolha do residencial. Explique para ele que sozinho em casa ele poderá perder idas ao médico, esquecer-se de tomar remédios e na casa de repouso alguém fará essas coisas por ele.

 

FAÇA UMA VISITA

Leve o idoso até o residencial e lhe mostre como é o dia a dia. Deixe-o conversar com outros idosos que lá residem, veja as atividades diárias. Mostre que os idosos lá não estão abandonados, que existe uma equipe cuidando 24 horas por dia e que lá ele fará amigos. Ele pode até passar um dia no residencial participando das atividades e conhecendo a rotina.

 

TENHA PACIÊNCIA

Não será um processo fácil. Imagine deixar a casa em que viveu por tantos anos e se mudar para outro lugar. Tenha paciência e escute o que ele tem a dizer e porque está se negando a mudar, e escute-o de verdade, se importando com o que ele está dizendo. Deste modo você poderá convencê-lo usando os próprios argumentos dele, mas não imponha as suas opiniões, pondere e seja gentil.

 

Com calma e paciência você conseguirá mostrar a ele que ele receberá o cuidado que precisa e não será abandonado por você. Ouça com calma, converse, mostre seus argumentos e ouça os dele.

 

E se precisar nós estamos aqui para tirar todas as dúvidas, mostrar os nossos residenciais e recebe-los com muito carinho.

 

Facebook

Instagram 

Compartilhe este artigo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email